Imprimir Post

Gerenciamento de Projetos Baseados no PMBOK – Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Resumo:

Introduzir o leitor aos conceitos básicos sobre os grupos de processos de gerenciamento de projetos.

Palavras-chaves:

Grupos, Processos, Ativos, Interação, Gerenciamento, Projetos.

Texto:

Caros leitores,

Nesta postagem estão os primeiros passos rumo às partes mais interessantes do gerenciamento de projetos, ou seja, aos processos de gerenciamento de projetos. Como primeiro passo para adentrar ao conhecimento mais relevante, precisa-se entender o que são os grupos de processos de gerenciamento de projetos.

Antes de seguir, apresenta-se a definição do que é um processo, segundo o PMBOK:

Processo - DefiniçãoÉ de grande valia que o gerente de projetos considere os ativos de processos organizacionais e os fatores ambientais da organização, para que o projeto tenha uma maior probabilidade de sucesso.

Relembre: Fatores AmbientaisAbaixo, apresenta-se a definição do que são ativos de processos organizacionais, segundo o PMBOK:

Ativos de processos organizacionais - DefiniçãoA equipe de gerenciamento de projetos, a fim de ser bem sucedida, deveria realizar as seguintes atividades ao gerenciar um projeto :

  • Selecionar os processos apropriados para a execução do projeto;
  • Adotar uma abordagem que possa ser adaptada ao projeto;
  • Estabelecer e manter o engajamento e a comunicação com as partes interessadas;
  • Cumprir os requisitos do projeto;
  • Alcançar o equilíbrio entre demandas conflitantes de escopo, qualidade, orçamento, tempo, recursos, entre outros, a fim de obter o resultado esperado do projeto.

Basicamente são apresentadas duas categorias de processos:

  • Processos de Gerenciamento de Projetos: os processos deste grupo garantem que o projeto seja executado de maneira eficaz ao longo de sua existência. Estes processos contemplam técnicas, ferramentas, habilidades e capacidades que são abordadas nas dez áreas de conhecimento adotadas pelo PMBOK.
  • Processos Orientados a Produtos: os processos deste grupo especificam e criam o produto do projeto. Estes processos são definidos, normalmente, pelo ciclo de vida do projeto e podem variar de acordo com a área de aplicação e fase de ciclo de vida do produto.

Relembre_2Apesar de serem considerados relevantes, os processos do ciclo de vida do produto não são foco do PMBOK. Assim sendo, os processos do ciclo de vida do projeto não serão abordados nesta postagem.

Grupos de Processos de Gerenciamento de projetos

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Conforme apresentado acima, os grupos de processos de gerenciamento de projetos são divididos em cinco categorias, baseado em sua integração e em seus objetivos, sendo estas:

  • Grupo de Processos de Iniciação: são os processos que são executados na criação de um novo projeto ou em uma fase do projeto, neste momento se obtém a autorização formal para execução do projeto ou fase;
  • Grupo de Processos de Planejamento: são os processos necessários para realizar a definição do escopo do projeto, refinar os objetivos e definir as ações necessárias para alcançar os objetivos do projeto;
  • Grupo de Processos de Execução: são os processos que visam a realização do trabalho necessário para o projeto alcançar os objetivos definidos;
  • Grupo de Processos de Monitoramento e Controle: são os processos necessários para monitorar e controlar o projeto, ou seja, este grupo de processos monitora e controla o desempenho do projeto em relação ao plano de gerenciamento do projeto e, caso necessário, executa as mudanças para adequar o projeto;
  • Grupo de Processos de Encerramento: são os processos necessários para finalizar o projeto. É neste momento que se tem o aceite formal do cliente.

Apesar de serem apresentados, por uma questão didática, de maneira sequencial, os grupos de processos de gerenciamento de projetos se sobrepõem e interagem em grande parte do tempo.

Pode-se ter uma ideia clara sobre isto se o leitor pensar nos processos de monitoramento e controle. Os processos de monitoramento e controle ocorrem em paralelo com os demais processos, na iniciação, com menor intensidade, na execução, controlando e monitorando a execução do projeto, neste momento com maior relevância, e também no encerramento.

Os vínculos dos grupos de processos de gerenciamento de projetos estão baseados nas saídas produzidas por cada grupo, ou seja, a saída de um grupo de processo, normalmente, se torna a entrada para outro grupo, uma entrega do projeto ou fase. Pode-se visualizar como exemplo o plano de gerenciamento de projeto, que é saída do grupo de processos de planejamento e entrada para o grupo de processos de execução.

Na figura abaixo o leitor pode ter uma ideia clara de como ocorre a interação entre os grupos de processos de gerenciamento de projetos:

Interação entre Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos - PMBOK

Interação entre Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Considerações Finais:

A postagem de hoje faz uma introdução aos grupos de processos de gerenciamento de projetos. Estes grupos de processos serão abordados de maneira detalhada nas próximas postagens, a fim de dar ao leitor o tempo necessário para absorver o conteúdo sem ser entediante. Pode parecer ao leitor que o assunto é irrelevante, porém será de grande valor para quem busca a certificação PMP e mesmo para aqueles que somente querem conhecer como o PMBOK estrutura seus processos de gerenciamento de projetos.

Referência Bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Insititute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2014/09/24/gerenciamento-de-projetos-baseados-no-pmbok-grupos-de-processos-de-gerenciamento-de-projetos/