Imprimir Post

Gerenciamento de Projetos baseados no PMBOK – Gerenciamento da Integração do Projeto – Parte 1

Resumo:

Iniciar a série de postagens referentes ao gerenciamento da integração do projeto.

Palavras-chaves:

Integração, Gerenciamento, Projeto, PMBOK, Plano.

Texto:

Caros leitores,

Dando continuidade as séries de postagens que compõem os conhecimentos referentes ao gerenciamento de projetos, hoje inicia-se a série sobre gerenciamento da integração do projeto.

Antes de começar a abordar o gerenciamento da integração do projeto, o leitor deve lembrar-se que o PMBOK aborda dez áreas de conhecimento pertinentes ao gerenciamento de projetos, sendo estas:

Dez Áreas de Conhecimento - PMBOK

Dez Áreas de Conhecimento – PMBOK

Rlbr_1_0211Pode haver o questionamento na mente do leitor referente aos motivos que levam o autor a selecionar a área de gerenciamento da integração do projeto, ao invés de outras áreas. A resposta é de fato simples. O primeiro ponto que leva ao autor selecionar esta área de conhecimento, é o fato de que o primeiro processo que o gerente de projetos deve executar no projeto é conceber o termo de abertura, outro ponto é que a área de gerenciamento da integração do projeto é responsável por unificar todas as demais áreas de conhecimento.

De uma maneira mais detalhada, tem-se que o gerenciamento da integração do projeto contém processos e atividades para identificar, definir, unificar e coordenar todos os processos e atividades dentro das demais áreas de conhecimento, ou seja, o gerenciamento da integração do projeto tem a incumbência de unificar todos os demais processos de todas as áreas de conhecimento a fim de prover controle e visão sobre o projeto como um todo. Se o leitor considerar que haverá um plano de gerenciamento da comunicação, um de gerenciamento do tempo, entre outros, e que o gerenciamento da integração do projeto tem a missão de unificá-los, com o objetivo de relacioná-los e entender os riscos e possíveis impactos que cada área exerce sobre as demais áreas, terá então o entendimento da relevância que o gerenciamento da integração do projeto apresenta.

Um exemplo disto é: imagine o leitor que o orçamento disponível para o projeto foi reduzido, neste caso específico refere-se ao gerenciamento de custo, o impacto da redução de custos poderá causar, por exemplo, redução da qualidade, gerenciamento da qualidade, ou então a redução do quadro de colaboradores alocados para o projeto, gerenciamento dos recursos humanos, o que por sua vez pode apresentar aumento do tempo, gerenciamento do tempo, e assim por diante.

Com o exemplo acima entende-se a relevância da integração realizada pela área de conhecimento do gerenciamento da integração do projeto.

Conforme apresentado na tabela abaixo, também utilizada para a explicação dos grupos de processos, pode-se ver as atividades que compõem cada área do conhecimento, basta o leitor olhar a tabela de maneira horizontal, e não vertical. Se o leitor assim o fizer, terá a visão de todos os processos que compõem a área de conhecimento de gerenciamento da integração do projeto. Confira:

Grupo de Processos x Áreas do conhecimento - PMBOK

ATT_1_0211

Conforme apresentado na tabela acima, temos os seguintes processos no gerenciamento da integração do projeto:

4.1 – Desenvolver o termo de abertura do projeto: este processo deve desenvolver um documento que autoriza formalmente a existência de um novo projeto, bem como fornece ao gerente de projeto a autoridade cabível para aplicar recursos organizacionais nas atividades do projeto.

4.2 – Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto: este processo deve desenvolver definir, preparar e coordenar todos os planos das demais áreas de conhecimento, também chamados de planos auxiliares, e integrá-los em um único plano, chamado de plano de gerenciamento do projeto.

4.3 – Orientar e gerenciar o trabalho do projeto: este processo deve liderar e realizar todo o trabalho definido no plano de gerenciamento do projeto, ou seja, é neste momento que o gerente de projetos deverá orquestrar todas as atividades para que o projeto possa alcançar seus objetivos. É neste processo que ocorre a implementação de mudanças aprovadas.

4.4 – Monitorar e controlar o trabalho do projeto: este processo deve acompanhar, revisar e registrar o progresso do projeto para alcançar os objetivos de desempenho que foram definidos no plano de gerenciamento de projeto, ou seja, é basicamente verificar se o projeto está sendo executado conforme o planejado.

4.5 – Realizar o controle integrado de mudanças: este processo deve revisar todas as solicitações de mudanças, aprovar ou rejeitar as mudanças, bem como gerenciar as mudanças nas entregas propostas, nos ativos organizacionais, nos documentos do projeto e no plano de gerenciamento de projeto.

4.6 – Encerrar o projeto ou fase: este processo deve finalizar todas as atividades de todos os grupos de processos de gerenciamento de projeto, a fim de obter o encerramento formal da fase ou projeto.

Caro leitor, aqui vale um ponto de atenção. Ao verificar os processos na horizontal, os demais processos na vertical devem ser executados antes de se passar ao próximo processo na horizontal.

Segue exemplo para melhor compreensão: o primeiro processo no gerenciamento da integração do projeto é o processo “Desenvolver o termo de abertura do projeto”, antes de passar ao processo “Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto”, o gerente de projetos deverá executar o processo “Identificar partes interessadas”, para ai realizar o seguinte processo.

Considerações Finais:

Assim encerra-se a primeira postagem da série que abordará o gerenciamento da integração do projeto. Esta primeira postagem tem o objetivo de prover ao leitor a introdução sobre o tema. As demais postagens irão explorar cada processo dentro do gerenciamento da integração do projeto.

O ponto mais relevante desta postagem é a integração que é proposta por esta área do conhecimento. Esta relevância deve-se ao fato de haver, por meio desta integração, a possibilidade de entender-se os possíveis impactos que cada área de conhecimento pode causar sobre as demais áreas.

Deve-se ainda considerar a relevância do termo de abertura do projeto, tanto para tornar o projeto oficial, quanto para prover ao gerente de projeto a autoridade necessária para a execução do projeto.

Referência Bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Insititute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2014/11/03/gerenciamento-de-projetos-baseados-no-pmbok-gerenciamento-da-integracao-do-projeto-parte-1/