Imprimir Post

Gerenciamento de Projetos baseados no PMBOK – Gerenciamento da Integração do Projeto – Parte 3

Resumo:

Apresentar ao leitor o processo: Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto.

Palavras-chaves:

Plano, Desenvolver, Processo, Projeto, Planejamento, Integração.

Texto:

Caro leitor,

Dando continuidade a série de postagens que abordam os processos da área de conhecimento do gerenciamento da integração do projeto, a postagem de hoje irá abordar o segundo processo desta área, conhecido como “Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto”.

Relembre_p3O processo “desenvolver plano de gerenciamento do projeto” consiste nas atividades de definir, preparar e coordenar todos os planos das demais áreas de conhecimentos abordadas pelo PMBOK, também conhecidos como planos auxiliares, e integrá-los em um único plano para gerenciar o projeto em sua totalidade. Este plano que integra todos os planos auxiliares é conhecido como plano de gerenciamento do projeto. Assim sendo, o principal benefício deste processo é um documento único chamado “plano de gerenciamento do projeto”, que municie o gerente de projetos, com as informações necessárias para que ele possa executar, monitorar, controlar e encerrar o projeto conforme planejado.

Vale ressaltar, caro leitor, que o plano de gerenciamento de projetos pode variar de organização para organização, bem como poderá variar dependo da complexidade de cada projeto. Outro ponto é que o plano de gerenciamento do projeto, poderá sofrer alterações durante todas as fases do ciclo de vida do projeto.

Abaixo apresentam-se as Entradas do processo, ferramentas e técnicas, bem como as saídas deste processo. Segue:

Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto - Processo - PMBOK

Fluxo do processo: Entradas, ferramentas, técnicas e saídas

 Entradas:

  • Termo de abertura do projeto: o termo de abertura do projeto é um documento que oficializa a execução do projeto, o gerente do projeto e dá, ao gerente de projeto, o nível de autoridade necessário para executar o projeto. O termo de abertura do projeto pode variar de organização para organização.Relem_term_abertSaídas de outros processos: trata-se dos planos que as demais áreas de conhecimento irão produzir, além de possíveis linhas de base. Vale lembrar que o plano de gerenciamento do projeto é constituído pela integração dos planos auxiliares.
  • Fatores ambientais: é o conjunto de fatores, internos ou externos, que possam exercer influência, restrição ou direcionamento sobre o negócio e, consequentemente, sobre o modo como o projeto será gerenciado. Fatores ambientais incluem, mas não se limitam a:
    • Padrões governamentais;
    • Conhecimentos em gerenciamento de projetos;
    • Estrutura da organização;
    • Cultura da organização;
  • Ativos de processos organizacionais: são planos, procedimentos, políticas, processos e a base de conhecimento que a organização possui e pode utilizar. Ativos de processos organizacionais podem incluir, mas não se limitam a:
    • Diretrizes de trabalho;
    • Modelo de plano de gerenciamento de projeto;
    • Arquivos de projetos anteriores;
    • Base de conhecimento;
    • Processo de controle de mudanças.

Relembr_ativosFerramentas e técnicas

  • Opinião especializada: opinião de profissionais especializados no assunto. A opinião especializada pode ser usada para:
    • Adequação de processos perante as necessidades do projeto;
    • Desenvolver detalhes técnicos e de gerenciamento para serem inseridos no plano de gerenciamento do projeto;
    • Determinar recursos necessários para execução o projeto;
    • Determinar os documentos que estão sujeitos ao processo de controle de mudanças.
  • Técnicas de facilitação: as técnicas de facilitação são utilizadas para orientar o desenvolvimento do plano de gerenciamento de projeto. Gerenciamento de reuniões, brainstorming, resolução de conflitos e solução de problemas são técnicas chaves utilizadas.

Saídas

  • Plano de gerenciamento do projeto: é o documento que descreve como o projeto deve ser executado, controlado, monitorado e encerrado. Serve de diretriz par ao gerente de projetos. Este documento consolida todos os planos auxiliares, ou seja, os planos de gerenciamento das demais áreas de conhecimento abordadas pelo PMBOK. Este documento contém:
    • Linhas de bases:
      • Linha de base de escopo;
      • Linha de base de cronograma;
      • Linha de base de custos;

Relem_term_abert

    • Planos auxiliares:
      • Plano de gerenciamento do escopo;
      • Plano de gerenciamento dos requisitos;
      • Plano de gerenciamento do tempo (cronograma);
      • Plano de gerenciamento do custos;
      • Plano de gerenciamento do qualidade;
      • Plano de gerenciamento dos recursos humanos;
      • Plano de gerenciamento das comunicações;
      • Plano de gerenciamento dos riscos;
      • Plano de gerenciamento das aquisições;
      • Plano de gerenciamento das partes interessadas;
      • Plano de melhoria contínua.
    • Também pode incluir:
      • O ciclo de vida escolhido para o projeto e os processos que serão aplicados a cada fase;
      • Processos de gerenciamento de projetos que serão utilizados;
      • Ferramentas e técnicas que serão utilizadas;
      • Descrição de como o trabalho será executado;
      • Um plano de gerenciamento de mudanças;
      • Um plano de gerenciamento de configuração;
      • Periodicidade das revisões;

O plano de gerenciamento de projeto pode ser elaborado de maneira resumida ou mais detalhada, dependendo da complexidade do projeto e da cultura da organização, bem como pode conter um ou mais planos auxiliares. Os planos auxiliares serão detalhados conforme o projeto demandar. Uma vez que o plano de projeto tenha sido desenvolvido, ele somente poderá sofrer alterações mediante a mudanças aprovadas pelo processo formal de mudanças.

Ainda que o plano de gerenciamento de projeto seja um dos principais documentos utilizados para o gerenciamento do projeto, existem outros documentos que também são relevantes, ainda que não sejam parte do plano de gerenciamento do projeto.

Abaixo apresenta-se a diferenciação entre os planos de projetos e os documentos do projeto:

Plano de Gerenciamento do Projeto X Documentos do projetoConsiderações finais:

Assim encerra-se a postagem referente ao processo “Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto”, contemplado na área de conhecimento gerenciamento da integração do projeto.

Este processo tem como fruto principal o plano de gerenciamento de projeto, que é composto, basicamente, pelos planos auxiliares, ou seja, os planos das demais áreas de conhecimento contempladas no PMBOK.

Este plano de gerenciamento do projeto é uma das principais ferramentas de trabalho do gerente de projetos, bem como da equipe do projeto, pois ele servirá como principal instrumento para que o projeto seja executado, controlado, monitorado e encerrado conforme planejado.

Vale ressaltar, caro leitor, que é normal verificar projetos sendo conduzidos sem o plano de gerenciamento do projeto, porém esta é uma prática um tanto quanto perigosa, uma vez que não há, formalmente, uma estrutura de trabalho definida a ser seguida.

Referências bibliográficas:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Institute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2014/11/17/gerenciamento-de-projetos-baseados-no-pmbok-gerenciamento-da-integracao-do-projeto-parte-3/