Imprimir Post

Programação Orientada a Objetos com C# (Parte 2.3) – Classe

Resumo:

O objetivo não se aplica a este post.

Uma vez que o conteúdo total desta série foi dividido em partes, deve-se considerar absoluto o resumo da primeira postagem até o momento presente.

Classe - Relembre - Link Primeiro Post

Este tema da série Programação Orientada a Objetos com C# irá demandar mais publicações. Sendo assim, a numeração sequencial desta parte da série passou de 2.2 para 2.3 (vide título) e assim seguirá (2.4, 2.5…) mediante a necessidade de conclusão.

Palavras-chaves:

Tipos, Declaração, Modificador, Acesso, Criação, Objeto.

Texto:

Colocando a mão na massa

Com a apresentação dos princípios básicos que envolvem Classes e, Objetos criados a partir destas (vide post anterior), o próximo passo na Programação Orientada a Objetos com C# será exemplificar na prática estes assuntos e suas variantes, vistas até o momento presente.

Classe - Relembre - Link Post Anterior

Adendo

Para realização do Post foram utilizados os seguintes Programas:

  • Windows 7 Ultimate;
  • Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate SP1 (Service Pack 1).

A única configuração realizada após a instalação dos programas acima, foi manter o Microsoft Visual Studio sendo executado como usuário Administrador do Sistema Operacional, a fim de evitar maiores problemas.

Criando uma aplicação do tipo Console

Tela Inicial do Microsoft Visual Studio 2010 SP1:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Tela Inicial

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Tela Inicial

Localizar e clicar no menu: File, em seguida selecionar New e clicar sobre a opção Project…:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Criação de Novo Projeto

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Criação de Novo Projeto

Tela após clicar na opção Project…:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Janela Central

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Janela Central

A janela central está intitulada como New Project.

Contendo 3 áreas divididas na vertical e 1 área dividida na horizontal, na primeira área à esquerda nomeada como: Installed Templates, expandir a opção Visual C#, na sequencia Windows. Em seguida na área central, localizar e clicar na opção: Console Application. Por fim, na área que representa a divisão horizontal, manter as informações de acordo com a imagem abaixo e clicar no botão Ok:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Janela Central

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Janela Central

Vale destacar as configurações:

  • Name: determina-se o nome do Projeto.
  • Location: determina-se o caminho ou diretório no qual o projeto ficará armazenado.
  • Solution name: determina-se o nome da solução do projeto.
  • Create directory for solution: marcação que determina a criação do diretório para solução.

Classe - Relembre - Solution

Tela após clicar no botão Ok:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Tela após Criação do Projeto

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Tela após Criação do Projeto

Nota-se que ao criar o Projeto Console Application, o Microsoft Visual Studio se encarrega automaticamente de gerar e disponibilizar uma classe chamada Program.cs.  Por hora deve-se ignorar esta classe.

O próximo passo será criar a classe Metro.cs.

Localizar e clicar com o botão direito no projeto ConsoleApplication em seguida selecionar Add e clicar na opção Class…:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Criação de Classe

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Criação de Classe

Tela após clicar na opção Class…:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Janela Central

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Janela Central

A janela central está intitulada como Add New Item – ConsoleApplication.

Contendo 3 áreas divididas na vertical e 1 área dividida na horizontal, na primeira área à esquerda nomeada como: Installed Templates, clicar  na opção Visual C# Items. Em seguida na área central, localizar e clicar na opção: Class. Por fim, na área que representa a divisão horizontal, manter as informações de acordo com a imagem abaixo e clicar no botão Add:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Janela Central

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Janela Central

Vale destacar as configurações:

  • Name: determina-se o nome da Classe.

Tela após clicar no botão Add:

Classe - Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate - Tela após Criação da Classe

Microsoft Visual Studio 2010 Ultimate – Tela após Criação da Classe

Nota-se que ao criar a Classe Metro.cs, o Microsoft Visual Studio se encarrega automaticamente de disponibilizá-la visualmente, com algumas definições de código padrão.

Sendo assim, tem-se:

 Código :

  • Linha 1 a 4: são declarações de namespaces determinadas pelo próprio Microsoft Visual Studio.
  • Linha 6: declaração de namespace determinado pelo Microsoft Visual Studio à partir do nome dado para o projeto do tipo Console Application. Após a linha 6, o conteúdo presente desde a abertura da chave até o fechamento pertence ao namespace em questão.
  • Linha 8 a 10: declaração da classe Metro automaticamente disponibilizada pelo Microsoft Visual Studio à partir do nome dado para esta em seu momento de criação.

 Detalhes da declaração da Classe:

  • As declarações determinadas pelo próprio Microsoft Visual Studio para classe Metro, foram definidas de maneira a omitir o modificador de acesso. Neste caso, a classe assume por padrão o modificador de acesso do tipo private;
  • Não existem membros da classe.

Classe - Relembre - Modificadores de AcessoClasse - Relembre - Membros da Classe

Considerações Finais:

Esta publicação visa esclarecer de maneira prática como criar um projeto do tipo Console Application e, à partir deste, classes a serem estudadas. Também é possível notar que todos os códigos apresentados anteriormente, foram definidos por padrão do Microsoft Visual Studio (o leitor ainda não teve o trabalho de escrever uma linha de código sequer) e esta facilidade servirá de base para implementações em exemplos futuros.

É importante ressaltar que, a medida que os posts forem evoluindo, com apresentações teóricas somadas as práticas, a tendência é que o leitor vá sanando suas dúvidas e dificuldades de entendimento.

Na próxima publicação, ainda segunda parte da série: Programação Orientada a Objetos com C# será apresentado o quarto post sobre Classe, o leitor irá conferir a continuidade do tema entre outros aspectos relevantes a este assunto.

Referências Bibliográficas:

As referências bibliográficas serão apresentadas no último post desta série.

Sobre o autor

Thiago Richard Vanicore

Thiago Richard Vanicore formou-se em análise e desenvolvimento de sistemas, possui certificação ITIL Foundation V2 e entre seus conhecimentos estão: ASP .Net (WebForms/MVC5/Web API) C#, HTML5, Html/XHtml, CSS3, JQuery, JQuey Mobile, JavaScript, Xml, Ajax, Json, Microsoft SqlServer, MySql, Firebird, Azure, Visual Studio Online, Scrum, UML, CRM, Quality Assurance, CTI (Computer Telephony Integration) MPSBR (Melhoria de Processos do Software Brasileiro).

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2015/02/02/programacao-orientada-a-objetos-com-c-parte-2-3-classe/