Imprimir Post

Gerenciamento de projetos baseado no PMBOK – Gerenciamento dos Custos do Projeto – Parte 4.2

Resumo:

Apresentar o processo: determinar o orçamento.

Palavras-chaves:

Determinar, Orçamento, Projeto, Processo, Custo, Gerenciamento.

Texto:

Caros leitores,

Uma vez que foram apresentadas as entradas, ferramentas e técnicas do processo determinar o orçamento, hoje serão apresentadas as saídas pertinentes a tal processo.

Determinar o orçamento – Saídas:

  • Linha de base dos custos: como já apresentado, a linha de base dos custos tem as seguinte definição:

Linha de base dos custos - terminologia - determinar o orçamento

Mas como é composta a linha de base dos custos? Esta sim é uma pergunta que agora pode ser considerada relevante. Conforme os processos apresentados ao longo das séries de postagens, o primeiro ponto que se tem é a determinação do escopo, em seguida, é realizada a determinação das atividades necessárias para que o projeto realize as entregas planejadas, após isto é necessário determinar, o tempo necessário para cada atividade, recursos, custos, entre outros. É exatamente neste ponto que entra-se na definição dos custos de cada atividade, bem como as reservas de contingência necessárias para cada atividade.

Reserva de Contingência - Ger. dos Custos - PMBOK

Após a obtenção dos dados acima apresentados, os custos das atividades são consolidados por pacotes de trabalho, juntamente com as reservas de contingência. Assim, chega-se a linha de base dos custos, ou seja, a quantia de capital financeiro estimado para execução do projeto. Aqui vale destacar um ponto, a linha de base dos custos não é, de fato, o orçamento do projeto. É considerado orçamento do projeto, a soma da linha de base dos custos acrescida da reserva gerencial, tendo-se, enfim, o orçamento do projeto.

Reserva Gerencial - Ger. dos Custos - PMBOK

  • Requisitos de recursos financeiros do projeto: os requisitos de recursos financeiros totais e periódicos (por exemplo, bimestral, trimestral, anual) são obtidos a partir da linha de base dos custos, e incluirá os gastos planejados e responsabilidades antecipadas. O financiamento ocorre, com frequência, por meio de incrementos contínuos e suas quantias podem não ser igualmente distribuídas. Os recursos totais necessários são compostos pela linha de base dos custos acrescido da reserva gerencial.
  • Atualizações nos documentos do projeto: assim como em outros processos, diversos documentos poderão sofrer atualizações, entre eles:
    • Cronograma do projeto;
    • Estimativa de custos das atividades;
    • Registro dos riscos.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a explicação do processo determinar o orçamento. Conforme apresentado na primeira postagem sobre este processo, a determinação do orçamento necessário para execução do projeto é fundamental para que a empresa entenda se o custo-benefício justifica tal projeto.

Além disto, com o orçamento determinado, torna-se possível a comparação entre o custo planejado e o custo realizado para um período X do projeto. Isto permite ao gerente de projeto tomar ações para ajustar o projeto, ou aumentar o orçamento previsto.

Referências bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Insititute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2015/08/31/gerenciamento-de-projetos-baseado-no-pmbok-gerenciamento-dos-custos-do-projeto-parte-4-2/