Imprimir Post

Vestimenta – Imagem Profissional

Resumo:

Apresentar ao leitor dicas básicas sobre vestimenta profissional.

Palavras-chaves:

Vestimenta, Profissional, Imagem, Cuidados.

Textos:

Caros leitores,

Quão importante é a vestimenta de um profissional? Qual a relevância deste item para o sucesso de um profissional na carreira? Responde o autor sem ao menos titubear, é de relevância fundamental.

Como apresentado na postagem anterior, o item mais relevante na concepção da primeira impressão é a imagem, ou seja, o modo como o profissional se apresenta.

Esta postagem irá abordar exatamente isto, os cuidados básicos que todo profissional deve ter com sua vestimenta profissional.

Vestimenta profissional adequada:

O profissional sempre deve estar vestido adequadamente para a situação profissional com a qual irá se deparar, e isto não significa sempre usar terno, menos ainda sempre usar roupas informais.

A vestimenta deve estar adequada com o ambiente que ele irá encontrar. Se você trabalha em uma empresa que não tem o famoso “dresscode”, ou seja, o guia com as orientações sobre quais roupas a organização considera adequada, o profissional, normalmente, deverá se basear no estilo dos profissionais com quem irá trabalhar, por exemplo: se você trabalha em uma empresa em que seu superior e os demais trabalham de social, não há dúvidas, vista-se socialmente. Porém se você trabalhar com vendas de serviços de limpeza de piscinas, vestir-se de maneira formal, ou seja, terno e gravata, poderá passar uma informação errada para seus clientes e, consequentemente, inviabilizar seu negócio. Um exemplo claro disto é o ambiente das academias de ginástica. Você não espera encontrar os profissionais que trabalham orientando os alunos vestidos de terno e gravata, seria no mínimo um impeditivo para que eles pudessem exercer as atividades deles de maneira correta, em contrapartida você, muito provavelmente, não iria contratar os serviços de um advogado caso este lhe recebesse no escritório vestido de bermuda, camiseta regata e chinelos.

Um conselho muito bom contido no livro Imagem profissional, de Ann A. Cooper, é a sugestão de que o profissional tente se vestir de acordo com o cargo que almeja, ou seja, se você é um analista e deseja se tornar um coordenador, o primeiro passo é parecer com um coordenador, ou seja, vestir-se como tal. Mas muito cuidado com isto, deve haver atenção ao tentar vestir-se como os profissionais que estão 3 ou 4 degraus acima na carreira hierárquica, pois isto pode lhe deslocar de sua atual situação e, consequentemente, passar uma mensagem indesejada.

O segundo ponto relevante com sua vestimenta é a limpeza. Um profissional, com exceção daqueles que fazem trabalho onde a vestimenta suja é natural, por exemplo um mecânico, sem discriminação alguma, deve manter sempre limpas suas roupas. Talvez você já tenha tido a experiência de sujar sua camisa branca com algo logo nas primeiras horas de seu expediente de trabalho. Além de te incomodar, as pessoas irão notar, mas este é o menor dos casos. Roupas sujas além de terem a aparência de sujas, as vezes cheiram mal, causando incomodo aos seus colegas de trabalho e podendo lhe causar problemas, como, por exemplo, as pessoas comentarem, lhe evitarem, ou ainda pior, gerar uma exposição negativa.

Um item primordial é a limpeza dos sapatos. Seus sapatos devem estar sempre limpos e em bom estado, pois a maioria das pessoas notam quando seu sapato está sujo e a atenção que você tanto deseja, pode acabar sendo distraída por conta dos seus sapatos sujos.

Já que o autor abordou o sapato, vale a pena abordar a combinação entre cinto e sapato. Se você é homem e está usando um terno preto, o ideal é que utilize cinto e sapatos da mesma cor, para evitar que destoem do terno. Já se você estiver utilizando um terno cinza, escuro ou claro, o sapato e cinto marrom irão combinar mais do que o preto.

Todos sabem que mulheres contam com um repertório de roupas, sapatos e acessórios muito maior do que homens e ainda com o benefício de poderem utilizar vestidos, blusas de alcinha, saias, entre outros, porém o cuidado com a quantidade de acessórios e com o comprimento das roupas é fundamental, pois roupas curtas ou demasiadamente apertadas poderão constranger outras pessoas, podendo causar diversos problemas. O ideal é sempre evitar exageros.

Um ponto fundamental, tanto para homens quanto para mulheres, é que as roupas estejam bem passadas, ou seja, ternos, camisas, calças e tudo mais não devem estar amassados. Devem estar sempre bem passados.

Quando o evento for fora do ambiente profissional, mas ainda sim relacionado à objetivos profissionais, a adoção da vestimenta também merece cuidado. Se o evento for um jantar de negócios em um restaurante sofisticado, o profissional deverá vestir-se de maneira social, sempre lembrando que ele está trabalhando e não se divertindo. Porém se for um evento menos formal, a vestimenta menos formal é aceita e adequada, por exemplo uma festa de final de ano para confraternização.

Considerações finais:

Assim se encerra a segunda postagem da série sobre imagem profissional. Tentou o autor somente abordar as principais dicas sobre vestimentas, porém existem diversas dicas sobre vestimenta, variando desde cores até composição de combinações.

Da postagem acima, o que fica são as seguintes dicas:

  • Vestir-se adequadamente para a situação;
  • Utilizar sempre roupas limpas;
  • Utilizar roupas passadas;
  • Evitar roupas extremamente sensuais.

Referências bibliográficas:

Imagem Profissional – Ann A. Cooper – ISBN: 9788522114351

http://carreiras.empregos.com.br/carreira/administracao/noticias/12-dicas-para-ter-uma-postura-profissional-adequada.shtm acessado em 21/11/2015

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2015/11/23/vestimenta-em-ambiente-profissional-imagem-profissional/