Imprimir Post

Realizar a garantia da qualidade – Ger. da Qualidade – Parte 1

Resumo:

Introduzir o leitor ao processo realizar a garantia da qualidade.

Palavras-chaves:

Realizar, Garantia, Qualidade, Processo, Projeto.

Texto:

Caros leitores,

Sempre que as empresas adquirem produtos ou serviços, elas buscam o equilíbrio “custo X benefício”. Dentre os benefícios que um produto, ou serviço, oferta está a qualidade. De um modo simplista, a maioria dos compradores, sejam empresas ou pessoas, buscam um determinado nível de qualidade, por determinado preço. Se a qualidade ofertada for aceitável, os compradores se darão por satisfeito, se for muito além do esperado eles ficarão encantados, porém se for abaixo do combinado, haverá uma série de críticas e reclamações e, provavelmente, o produto ou serviço não voltará a ser adquirido. Com projetos não é diferente. Quando uma empresa escolhe realizar um projeto, um determinado nível de qualidade é definido tanto pelo patrocinador, quanto pelas partes interessadas. Não atender estes requisitos pode gerar uma série de problemas para o gerente de projetos.

Em postagens anteriores, sobre a área de conhecimento de gerenciamento da qualidade, o autor apresentou o processo planejar o gerenciamento da qualidade, que tem o objetivo de identificar e documentar os requisitos e padrões de qualidade para as entregas do projeto e para o projeto em si, bem como documentar como o projeto fará para demonstrar que está em conformidade com os requisitos e padrões de qualidade definidos. Porém, assim como as demais áreas de conhecimento do PMBOK®, não basta apenas planejar algo. Para tratar esta questão, o PMBOK® apresenta o processo realizar a garantia da qualidade, que tem como principal objetivo assegurar que as saídas futuras e que os trabalhos em andamento sejam concluídos de forma que possam cumprir os requisitos e expectativas especificados. Ou seja, o processo acima descrito tem seu foco nos processos que irão criar as entregas do projeto, e não nas entregas em si.

Relembre - Gerenciamento da qualidadeVale ainda ressaltar que o processo realizar a garantia da qualidade é responsável por realizar a melhoria contínua de todos dos demais processos, buscando sempre a redução de desperdícios e eliminação de atividades que não agregam valor.

Abaixo vê-se o fluxo do processo:

Realizar a garantia da qualidade

Realizar a garantia da qualidade – Entradas:

  • Plano de gerenciamento da qualidade: trata-se de um plano auxiliar que descreve como as políticas de qualidade serão implementadas, bem como descreve como a equipe de gerenciamento de projeto planeja cumprir os requisitos de qualidade definidos para o projeto.
  • Plano de melhorias no processo: trata-se de um plano auxiliar que tem o objetivo de estabelecer as etapas de análises dos processos de gerenciamento do projeto e de desenvolvimento de produtos, a fim de mapear as atividades que aumentam o valor agregado. O plano de melhorias do processo considera diversas áreas, dentre elas:
    • Limites do processo: descreve detalhadamente o processo, incluindo o objetivo do processo, entradas, saídas, responsáveis e partes interessadas;
    • Configuração do processo: provê uma representação gráfica dos processos, além de interfaces identificadas, a fim de facilitar o serviço de análise;
    • Métricas do processo: trata-se de indicadores de qualidade do processo, que irão permitir a análise da eficiência do processo;
    • Metas para melhoria do desempenho: tem o objetivo de orientar as atividades de melhoria do processo.
  • Métricas de qualidade: são processos que medem o controle de qualidade de um determinado atributo do projeto ou do produto. Vale ressaltar que, normalmente, as métricas possuem uma determinada tolerância, ou seja, aceitam que ocorram variações, porém somente até determinados níveis. Um exemplo claro é o objetivo de custo do projeto. O projeto possui um orçamento determinado para sua execução e a métrica de qualidade aceita uma variação de ± 10%. Neste caso o projeto pode até exceder o orçamento, mas somente em até 10%. Além desta variação de 10% para mais, o projeto terá sua qualidade comprometida, pois não terá conseguido cumprir o orçamento estabelecido.

Neste ponto o autor gostaria de reavivar a memória dos leitores. O conceito de qualidade de um projeto inclui cumprir prazos, orçamento, entre outros. Sabe-se que, a baixa capacitação de profissionais que gerenciam projetos, bem como devido a ânsia das empresas em tentar reduzir ao máximo o tempo e os custos do projeto, tem-se a grande maioria dos projetos excedendo prazos ou custos, quando não ambos.

  • Medições de controle da qualidade: tratam-se dos resultados das atividades de controle da qualidade, processo que será apresentado futuramente, e são utilizados para analisar e avaliar a qualidade dos processos do projeto em relação aos padrões da organização executora ou para analisar e avaliar os requisitos especificados.
  • Documentos do projeto: os documentos do projeto podem influenciar o trabalho da garantia da qualidade e devem ser monitorados.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a primeira postagem sobre o processo realizar a garantia da qualidade, que tem o objetivo de assegurar que as saídas futuras e que os trabalhos em andamento sejam concluídos de forma que possam cumprir os requisitos e expectativas especificados.

Na próxima postagem o autor irá apresentar as ferramentas e técnicas deste processo.

Referência bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Insititute, Inc.

Preparatório para o Exame PMP® – Oitava Edição – RMC Publications, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2016/05/02/realizar-a-garantia-da-qualidade-1/