Imprimir Post

Planejar o gerenciamento das comunicações – Ger. das comunicações – Parte 2

Resumo:

Apresentar as ferramentas e técnicas do processo planejar o gerenciamento das comunicações.

Palavras-chaves:

Ferramentas, Técnicas, Comunicação, Canais, Processo.

Texto:

Caros leitores,

Na última postagem o autor iniciou a apresentação do processo planejar o gerenciamento das comunicações, bem como apresentou as entradas que compõem o processo. Nesta postagem o autor iniciará a explicação das ferramentas e técnicas que compõem o processo supracitado.

Planejar o gerenciamento das comunicações

Planejar o gerenciamento das comunicações – Ferramentas e Técnicas:

  • Análise dos requisitos das comunicações: esta técnica tem o objetivo de determinar quais são as necessidades de informações que as partes interessadas possuem. Os requisitos de comunicação são determinados pela combinação do tipo e do formato das informações necessárias, com base na análise de valor de tais informações. Deve-se entender que os recursos do projeto somente devem ser utilizados para comunicações que contribuam para o sucesso do projeto, ou quando a falta desta comunicação possa resultar em falhas no projeto.
    • Canais de comunicação: para verificar o nível de complexidade das comunicações do projeto, o gerente de projeto também deve considerar o número de canais de comunicação em potencial. O número de canais de comunicação é verificado com base na seguinte fórmula: n*(n-1)/2, onde n é o número de partes interessadas do projeto. Exemplo: o projeto conta com 5 profissionais identificados como partes interessadas, logo n=5, têm-se: 5*(5-1)/2 = 10 canais de comunicação em potencial.

Planejar o gerenciamento das comunicações

Vale ressaltar que é necessário para o processo planejar o gerenciamento das comunicações, determinar e limitar quem se comunicará com quem e também quem receberá quais informações, a fim de não haver desperdício de recursos e nem perda de informações.

Diversas fontes poderão fornecer insumos para identificar e definir quais são os requisitos das comunicações do projeto, dentre elas:

    • Organogramas;
    • Logística;
    • Quantidade de pessoas envolvidas;
    • Organização do projeto;
    • Registro de partes interessadas;
    • Localidades das pessoas envolvidas no projeto.

Ressalta o autor que é extremamente relevante determinar quem se comunicará com quem e que tipo de informações cada parte receberá, pois tais definições podem evitar uma série de problemas para o gerente de projeto, além de aumentar a chance de sucesso do projeto.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a primeira postagem sobre as ferramentas e técnicas que compõem o processo planejar o gerenciamento das comunicações. O foco desta postagem está no entendimento dos possíveis canais de comunicação em um projeto.

Note que este modelo de cálculo é interessante para profissionais que gerenciam ou pretendem gerenciar projetos, mas poucas vezes é visto na prática.

Vale ainda ressaltar que este tipo de cálculo faz parte do exame para PMP.

Referência bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Institute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2017/01/09/planejar-o-gerenciamento-das-comunicacoes-p-2/