Imprimir Post

Realizar a análise qualitativa dos riscos – Ger. dos riscos – Parte 2

Resumo:

Apresentar as ferramentas e técnicas do processo realizar a análise qualitativa dos riscos.

Palavras-chaves:

Realizar, Análise, Qualitativa, Riscos, Ferramentas, Técnicas.

Texto:

Caros leitores,

Continuando a explicação do processo realizar a análise qualitativa dos riscos, esta postagem abordará as ferramentas e técnicas deste processo.

Realizar a análise qualitativa dos riscos - Entradas

Realizar a análise qualitativa dos riscos – Ferramentas e Técnicas:

  • Avaliação de probabilidade e impacto dos riscos: trata-se da identificação da probabilidade de um risco identificado ocorrer, bem como da identificação do impacto deste risco. Esta avaliação pode ser realizada por meio de reuniões e entrevistas com participantes selecionados por familiaridade com os riscos identificados, bem como com a participação da equipe do projeto.
  • Matriz de probabilidade e impacto: trata-se da classificação dos riscos de acordo com a “probabilidade x impacto”. Na matriz de probabilidade e impacto, os riscos são classificados para posterior análise quantitativa e planejamento de respostas e sua composição pode variar de organização para organização.

Realizar a análise qualitativa dos riscos - matriz de probabilidade e impacto

  • Avaliação de qualidade dos dados sobre riscos: trata-se da avaliação do grau de qualidade das informações sobre riscos. Esta técnica envolve a análise do nível de compreensão dos riscos, a precisão, confiabilidade, qualidade e integridade.
  • Categorização dos riscos: riscos podem ser categorizados de diversas formas, por exemplo por áreas, por fontes de riscos, por criticidade e outros. A categorização dos riscos ajuda no gerenciamento do projeto, pois torna a compreensão e o gerenciamento de riscos mais preciso.
  • Avaliação da urgência dos riscos: riscos podem exigir respostas imediatas, caso ocorram, bem como podem ter maior ou menor impacto no gerenciamento do projeto. A avaliação da urgência dos riscos pode ser o resultado da Matriz de probabilidade e impacto, onde quanto maior o resultado para o risco, maior a urgência.
  • Opinião especializada: trata-se da utilização de conhecimentos de profissionais, grupos e organizações que possuem alta capacitação, conhecimentos, experiência ou treinamentos na área em questão. Um gerente de projeto, com experiência e qualificação, pode ser considerado como opinião especializada.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a explicação sobre as ferramentas e técnicas do processo realizar a análise qualitativa dos riscos. O principal destaque é a matriz de probabilidade e impacto, que é extremamente valiosa para o gerenciamento do projeto.

Ressalta o autor que o correto entendimento da criticidade de cada risco do projeto, pode ajudar no gerenciamento dos riscos.

Referência bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Institute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2017/07/03/realizar-a-analise-qualitativa-dos-riscos-p-2/