Imprimir Post

Realizar a análise quantitativa dos riscos – Ger. dos riscos – Parte 1

Resumo:

Apresentar o processo realizar a análise quantitativa dos riscos.

Palavras-chaves:

Realizar, Análise, Quantitativa, Riscos, Processo, Projeto.

Texto:

Caros leitores,

O gerenciamento dos riscos passa, invariavelmente, pela análise dos riscos, análise esta que se divide em dois pontos, segundo o PMBOK®. O primeiro ponto é a análise qualitativa dos riscos, cujo objetivo é avaliar a probabilidade e o impacto do risco. O segundo ponto é a análise quantitativa do risco, processo que terá sua explicação iniciada nesta postagem.

Análise quantitativa dos riscos - Relembre

O processo realizar a análise quantitativa dos riscos tem o objetivo de analisar numericamente o efeito dos riscos. O principal benefício deste processo é a possibilidade de tomada de decisão com base nas informações produzidas em relação aos riscos. Basicamente, este processo possibilitará a análise dos efeitos dos riscos sobre os objetivos do projeto.

Sem maiores delongas, segue o fluxo do processo:

Análise quantitativa dos riscos

Realizar a análise quantitativa dos riscos – Entradas:

  • Plano de gerenciamento dos riscos: este plano aborda como serão estruturadas e executadas as atividades de gerenciamento dos riscos. Este documnto fornece informações sobre métodos, diretrizes e ferramentas a serem utilizados.
  • Plano de gerenciamento dos custos: o plano de gerenciamento dos custos é um documento que descreve como os custos do projeto serão planejados, estruturados e controlados. Este documento fornece informações sobre o estabelecimento e gerenciamento das reservas de riscos.
  • Plano de gerenciamento do cronograma: trata-se de um documento que estabelece como o cronograma será desenvolvido, executado e controlado. Este documento fornece sobre o estabelecimento e gerenciamento das reservas de riscos.
  • Registro dos riscos: trata-se de um documento que contém os resultados dos ricos registrados, os resultados das análises de riscos e o planejamento das respostas aos riscos. O registro dos riscos contém informações que serão utilizadas para avaliar e priorizar os riscos.
  • Fatores ambientais da empresa: os fatores ambientais da empresa fornecem a visão e o contexto dentre para a correta avaliação dos riscos, tais como:
    • Estudos de projetos semelhantes;
    • Banco de dados de riscos do setor;
    • Informações publicadas.
  • Ativos de processos organizacionais: diversos ativos de processos organizacionais podem influenciar o processo realizar a análise quantitativa dos riscos, dentre eles:
    • Arquivos de projetos semelhantes;
    • Lições aprendidas.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a postagem inicial sobre o processo realizar a análise quantitativa dos riscos, cujo o principal objetivo é quantificar os efeitos dos riscos sobre os objetivos do projeto.

Vale ressaltar a diferença entre o processo realizar a análise qualitativa dos riscos e a análise quantitativa dos riscos. O processo realizar a análise qualitativa dos riscos tem o objetivo de priorizar os riscos por meio da análise da probabilidade e do impacto dos riscos. Já o processo realizar a análise quantitativa dos riscos tem o objetivo de mensurar o tamanho do efeito dos riscos sobre os objetivos do projeto.

Referência bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Institute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2017/07/24/realizar-a-analise-quantitativa-dos-riscos-p1/