Imprimir Post

Conduzir as aquisições – Ger. das aquisições – Parte 2

Resumo:

Apresentar ao leitor as ferramentas e técnicas do processo conduzir as aquisições.

Palavras-chaves:

Conduzir, Aquisições, Ferramentas, Técnicas, Projeto, PMBOK.

Texto:

Caros leitores,

Dando continuidade a apresentação do processo conduzir as aquisições, o autor irá abordar as ferramentas e técnicas do processo.

Conduzir as aquisições - relembre para 1

Sem maiores delongas, vamos ao objetivo desta postagem.

Conduzir as aquisições – Ferramentas e técnicas:

  • Reuniões com licitantes: são reuniões realizadas entre os potenciais fornecedores e o comprador, afim de esclarecer dúvidas e deixar todos os fornecedores com as mesmas informações. Uma técnica normalmente utilizada é a coleta de perguntas de todos os fornecedores e o envio das respostas para todos.
  • Técnicas de avaliação de propostas: tratam-se de técnicas utilizadas para selecionar fornecedores mediante as respostas apresentadas. Os critérios são definidos e o comprador, ou o comitê de avaliação, farão a seleção dos potencias fornecedores de acordo com estes critérios.
  • Estimativas independentes: as organizações podem optar por preparar suas estimativas de custos, a fim de que isto sirva de referência. Quando as estimativas são consideravelmente diferentes das propostas, os motivos para tal desvio podem ser diversos, dentre eles:
    • Especificação de trabalho deficiente;
    • Falta de entendimento dos potenciais fornecedores;
    • Estimativas erradas.
  • Opinião especializada: trata-se da utilização de conhecimentos de profissionais, grupos e organizações que possuem alta capacitação, conhecimentos, experiência ou treinamentos na área em questão. Um gerente de projetos com experiência pode ser considerado como uma opinião especializada. Para o processo conduzir as aquisições, por exemplo, pode ser o apoio do departamento jurídico para avaliação de cláusulas contratuais e outros.
  • Publicidade: a publicidade pode ser utilizada para diversos objetivos, por exemplo, para o aumento da lista de fornecedores. Ainda há a questão dos meios, por exemplo, publicidade digital, impressa e outros. Em alguns casos a jurisdição pode determinar publicação obrigatória em anúncios públicos, como exemplo têm-se as concorrências públicas.
  • Técnicas analíticas: são técnicas utilizadas para o preparo do comprador, a fim de que o processo se aquisição seja bem conduzido. A ideia é que o comprador entenda os principais pontos, riscos e outros.
  • Negociações das aquisições: estas negociações buscam esclarecer estruturas, requisitos, preço e outros itens, a fim de que as partes envolvidas cheguem a um acordo. Após o acordo entre as partes, normalmente, um contrato é emitido e firmado entre as partes. Não é adequado que o gerente do projeto seja o principal negociador, apesar deste poder servir de apoio para o comprador.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se a postagem de explicação das ferramentas e técnicas do processo conduzir as aquisições. O objetivo desta postagem foi apresentar aos leitores, de maneira básica, as ferramentas que podem ser adotadas para execução do processo.

Referência Bibliográfica:

Um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK) – 5ª Edição – Project Management Institute, Inc.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2018/01/29/conduzir-as-aquisicoes-p2/