Imprimir Post

Sucesso em projetos, o que é isto? – Gerenciamento de projetos

Resumo:

Apresentar aos leitores a visão do autor sobre o que é sucesso em projetos.

Palavras-Chaves:

Sucesso, Projetos, Gerenciamento, Projetos, PMBOK, HCMBOK.

Texto:

Caros leitores,

Se você trabalha com projetos já deve ter ouvido muito falar sobre prazos, custos, qualidade e outros. Este conjunto é visto como sucesso em projetos, mas será que sucesso é isto?

Imagine caro leitor, que você entregou um projeto no prazo. Pode-se considerar isto sucesso em projetos, não se pode? Dependente, isto será explicado logo mais. Vamos melhorar, imagine que você entregou o projeto dentro de todas as previsões, dentro do tempo, do custo e da qualidade, que são considerados os principais pilares de um projeto. Então pode-se considerar sucesso em projetos? Sim, de certo ponto de vista sim. Mas sucesso em projetos está além disto, é muito mais abrangente, como será exposto mais abaixo.

Sucesso em projetos, entregas que geram valor:

Para se entender melhor, primeiro é necessário entender por qual motivo uma organização realiza um projeto. Na grande maioria das vezes, as organizações realizam projetos para suprir uma necessidade do negócio. Basicamente, projetos são realizados para eliminar uma restrição ao negócio, para aumentar uma determinada capacidade, ou ainda para atender a um requisito legal.

Veja, a implementação de um sistema de ERP, por exemplo, é utilizado para otimizar processos, assegurar conformidades legais ou aumentar a capacidade produtiva. Veja, todos os cenários acima são voltados para necessidades de negócio. A reforma de um escritório de uma empresa, por exemplo, pode ser para reposicionar a marca, ou ainda para manter o status da empresa. Não importa, projetos são feitos para suprir determinadas necessidades.

Uma vez explicado, voltemos ao foco desta postagem, que é sucesso em projetos. Utilizemos o exemplo da implementação do ERP. Se o sistema foi implementado dentro do prazo, com os custos e etc., poderíamos considerar um sucesso? Ainda não. O sucesso seria, de fato, a redução dos custos para empresa, a utilização pelos colaboradores, a redução do tempo de fechamento da folha, por exemplo. Resumidamente, não vale nada entregar um projeto se ele não gerar valor para o negócio. Neste caso somente será um custo, tanto de investimento como de manutenção, uma perda de tempo.

Muitos irão se perguntar se a utilização, por exemplo, não é parte operacional. De fato, é uma parte operacional, mas se o projeto não envolve diretamente as pessoas, não as conscientiza sobre a utilização, não as engajam adequadamente, as entregas poderão ser descontinuadas. Tudo isto é parte do projeto.

O fato é que temos a visão errada sobre um projeto. O projeto não é implementação de ERP, mas sim eliminação de trabalho manual, redução de custos e outros. O projeto deve ser o meio, e não o objetivo.

Considerações finais:

Caros leitores, o autor resolveu abordar o tema pois tem visto diversas abordagens questionáveis, onde projetos somente buscam realizar entregas, e pouco se preocupam com o valor gerado por estas entregas para o negócio.

De outro lado, há a necessidade de se considerar que as empresas estão pressionando por custos, prazos e qualidade, porém se esquecem das questões culturais envolvidas em um projeto. Se as pessoas não estão devidamente envolvidas e conscientizadas, o fracasso do sucesso é certo.

Lembre-se, sucesso em projetos são implementações dentro do prazo, custos, qualidade e, acima de tudo isto, atendimento das necessidades do negócio.

Referência bibliográfica:

Não se aplica.

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2018/06/18/sucesso-em-projetos-ger-de-projetos/