Imprimir Post

ROI – Return On Investment – ITIL® – Economia de Serviços

Resumo:

Apresentar ao leitor o conceito de ROI (Return On Investment) para gestão de serviços de TI, segundo a ITIL®.

Palavras-chaves:

ROI, Retorno, Investimentos, Gestão, Serviços, ITIL.

Texto:

Caros leitores,

Sempre que se fala em investimentos nas empresas, se fala em retorno financeiro. Isto é mais do que normal, é essencial. Empresas nasceram para auferir lucros, ou seja, para gerar dinheiro para seus donos. Este aumento de capital, como é comumente chamado no meio financeiro, só é possível quando as empresas possuem mais receita do que despesas. Para analisar estes resultados, as empresas se valem de diversas ferramentas como Payback, VPL e o ROI.

ROI - Economia de Serviços

O ROI (Return On Investment), busca entender qual será o resultado financeiro para um determinado investimento.

ROI – Como calcular:

Imagine, caro leitor, que sua empresa de TI resolveu viabilizar um serviço para atender a demanda de um cliente. Suponhamos que o custo para prestar este serviço, ao ano, será de R$ 10.000,00 e que o valor que será pago por este cliente será de R$ 12.000,00. O cálculo do ROI seria o seguinte:

  • ROI = (retorno – investimento) / investimento
  • ROI = (12.000,00 – 10.000,00)/10.000,00

No caso acima, o retorno será de 20%, mas isto é bom ou ruim? Tudo depende do objetivo da organização. Existem organizações que não aceitam menos do um determinado percentual de retorno.  Empresas podem optar por resultados baixos, ou até negativos, para que possam atender necessidades estratégicas. Já outras empresas, podem estabelecer que serviços que não apresentem um ROI acima de 50% não serão aceitos.

Veja, uma empresa pode aceitar uma margem de retorno de 10%, por exemplo, para que tenha participação em um novo mercado. Outras empresas podem aceitar um retorno baixo em um serviço, devido ao fato de este serviço viabilizar outros que dão retorno expressivos. De qualquer maneira, conhecer o valor do retorno é fundamental para a tomada de decisão e gestão adequada da prestação de serviços de TI.

Considerações finais:

Assim, caros leitores, encerra-se esta postagem, cujo objetivo foi apresentar o que é ROI ao leitor e sua utilidade. Alguns leitores poderão achar que não há valor nesta abordagem, pois há outros fatores que devem ser considerados. Isto é normal, pois decisões de negócio normalmente consideram mais de um fator.

Referência bibliográfica:

ITIL Service Strategy – Printed in the United Kingdom for The Stationery Office – ISBN 9780113313044

Sobre o autor

Daniel Teran Duarte

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração. Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, com destaque para as seguintes: Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e pós-graduado em Administração de empresas pela FGV – Fundação Getúlio Vargas, e em Consultoria empresarial pela FIA – Fundação Instituto de Administração.

Em seus conhecimentos complementares existem diversas certificações, sendo estas: PMP – Project Management Professional; PRINCE2® Practitioner; PSM I – Professional Scrum Master I; DEVOPS Master; HCMP® 3G Expert Professional; MCP - Microsoft Project 2013; ITIL V3 Expert; ISO 20.000 Consultant Manager; HDI SCM - Support Center Manager; Cobit; ISO 9001:2015 Auditor Líder; ISO 22301:2012 Auditor Líder.

Para conhecer mais sobre Daniel Teran Duarte, visite o perfil no Linkedin ou encaminhe um e-mail.

Link permanente para este artigo: http://linksinergia.com.br/2018/09/03/roi-return-on-investment-itil/